Categorias
Reflexões e Devaneios

PULSÃO DE MORTE

A coisa mais difícil a ser feita é equilibrar os medos. Esse medo que é o escudo da vida, mas mola de impulso para, em vida, garantir a morte.

Morte é certa e sofrimento também, então por que viver a vida se chacinando sem norte?

Acho burro esse instinto nosso que mata antes da morte! A gente cresce aprendendo a morrer em vida, mas não quer morrer em morte.

Morte em vida é quando não se vive o que se pode, mas em vivendo morremos a cada falta de sorte.

A solução seria morrer e renascer a cada impulso de morte até o fim da vida. Se matando um pouco e se substituindo a cada falta de sorte.

Por Talita Oliveira

Quem sabe o aqui dentro se torne útil materializado aqui fora, que não é mais tão fora assim...

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s